Cidades & Turismos

O QUE FAZER EM CAJÓN DEL MAIPO NO CHILE?

Reportagem Cláudia Romero

Se você vai para Santiago para ver neve pela primeira vez, inclua no seu roteiro um bate e volta para Cajón del Maipo, um cânion na região metropolitana de Santiago, a aproximadamente 110 km da capital. Fica aos pés da Cordilheira dos Andes, cerca de 2 horas de carro do bairro da Providência. É um lugar belíssimo, rodeado de montanhas, pequenos rios e um visual incrível, principalmente quando a cordilheira está coberta de neve. O passeio pode ser realizado por agências de turismo ou com carro próprio. Porém, é preciso redobrar a atenção porque há trechos de estrada de terra e quando neva pode ocorrer acidentes.

O passeio para o Cajón Del Maipo é feito por diversas agências e a Turistik foi a responsável por nos guiar até o local. O micro ônibus saiu cedo da cidade, em torno de 7h da manhã e retornou no final do dia.  A região é bastante procurada pelos chilenos nos finais de semana e está cada vez mais popular entre os turistas. Passamos pelo rio Maipo, que nasce no vulcão Maipo a mais de 5 mil metros, localizado na fronteira do Chile com a Argentina. É um vulcão ativo e os meses ideais para caminhar por perto são de outubro a maio.

Durante o tour o guia conta um pouco sobre fatos históricos como por exemplo o local exato onde o ex-presidente Augusto Pinochet sofreu um atentado no ano de 1986. Nesse roteiro de um dia, visitamos A Casa do Chocolate, uma das atrações turísticas mais conhecidas em Cajón del Maipo. É uma parada obrigatória para os turistas. Trata-se de um local mágico que conta com uma cafeteria, chocolates artesanais e uma sorveteria. A casa parece construída com chocolate e é rodeada por um pequeno bosque, fogueira e locais de descanso como se fosse um conto de fadas. No local há banheiros e estacionamento. 

Cláudia Romero – foto divulgação

Dali seguimos até o Lodge El Morado, que fica entre as montanhas e está bem perto da cidade. Um espaço pra descansar e se conectar com a natureza, além de saborear a boa gastronomia. Possui piscinas aquecidas, sala de massagem e uma vista incrível para a montanha. Sem falar no parquinho infantil para as crianças se divertirem enquanto aguardamos a refeição. O almoço já está incluído no passeio e há três opções de pratos: salmão, carneiro e vegetariano. Você pode aproveitar as piscinas climatizadas, bar aquático, cafeteria, jacuzzi, salas de massagem, saunas a vapor e banheiras de hidromassagem com a melhor vista da Cordilheira dos Andes.

Em geral, quem mora em Santiago visita Cajón del Maipo para relaxar no final de semana para aproveitar os rios, termas ou belezas naturais. A grande maioria vai para a região no verão, mas o destino pode ser visitado durante todo o ano.

Como ir de Santiago para Cajón del Maipo?

Para chegar ao Cajón del Maipo de transporte público, pegue a linha 4 do metrô até a estação Las Mercedes e, de lá, pegue o ônibus que vai até o Cajón del Maipo. Ainda assim, as principais atrações não são acessíveis via transporte público. O ideal é contratar uma agência porque os guias já estão preparados e se estiver nevando alguns carros possuem correntes para evitar acidentes. Para chegar a Cajón del Maipo, é preciso fazer uma bela viagem pela cordilheira dos Andes, com paisagens impressionantes a cada curva da estrada. As vistas panorâmicas são de tirar o fôlego e garantem ótimas paradas para fotos!

Como é a estrada para Cajón del Maipo?

A estrada que leva a Cajón del Maipo é pavimentada em alguns trechos, mas em outros não é. O caminho para quem não está acostumado a dirigir em montanhas pode ser bastante difícil. Algumas partes da estrada são estreitas e sinuosas. Em certos pontos só passa um carro por vez.

Quando neva em Cajón del Maipo?

De novembro em diante provavelmente só haverá neve no topo das montanhas.

Quantos dias é ideal para ficar no Chile?

A duração ideal da estadia no Chile depende dos destinos específicos que o turista deseja visitar e das atividades que pretende realizar. No entanto, para ter uma experiência completa e aproveitar algumas das principais atrações do país, recomenda-se uma estadia de 10 a 14 dias. Nesse roteiro ficamos apenas uma semana no mês de julho.

Outras atrações para conhecer na região de Cajón del Maipo

•El Morado O Monumento Natural El Morado é um conjunto de geleiras que chega a 5060 metros de altitude. Pertence à bacia do Rio Volcán e é uma área protegida. Aqui há diversas trilhas e passeios a cavalo, mas a principal atração fica por conta de Baños Morales, um conjunto de águas termais que é uma das portas de entrada de El Morado. É uma das regiões mais visitadas do Cajón del Maipo.

 • Lagunillas A 2200m de altitude, Lagunillas é uma estação de esqui com 13 pistas com diferentes níveis de dificuldade e 305 metros de desnível. Além de esqui, é possível praticar também o snowboard. Sua proximidade da capital é um atrativo, além de ser menos concorrida que as famosas estações de esqui de Valle Nevado e Portillo. Embalse El Yeso Embalse El Yeso é uma represa a 2500m de altitude, inaugurada em 1964. É a principal fonte de abastecimento de água potável para os habitantes da Região Metropolitana de Santiago. É, provavelmente, um dos lugares mais bonitos. A paisagem muda bastante conforme a época do ano. O local não tem muita estrutura para turistas, não há banheiros e muito menos sinal de celular. Ainda assim, é um destino popular para os chilenos, que vão até lá fazer “asados” e curtir a natureza.