Blue Tree Premium Alphaville foca em segurança na retomada pós-Covid 19

Por: Lucas Nascimento

Em março, após chegada da pandemia no Brasil, ficamos isolados em nossas casas com restrições quase que totais por cerca de sete meses. Neste período, o turismo, um dos setores mais atingidos pela crise causada pelo novo coronavírus precisou parar para pensar e se reinventar. 

Uma pesquisa realizada pelo Hoteis.com revela que os viajantes brasileiros querem conhecer novos destinos nacionais no período após a pandemia. Para 58% deles, ficar no Brasil neste momento é o ideal, ante os 37% que se sentem mais seguros viajando para o exterior. Quando avaliados os planos de viagens domésticas, é mais provável que 59% sigam para áreas urbanas. 

Em Alphaville, o hotel da rede Blue Tree Hotels, se preparou para receber os visitantes neste novo normal. De acordo com Chieko Aoki, presidente da rede de hotéis presente em diversas cidades brasileiras, o empreendimento elaborou uma nova rotina para reforço na higienização em todos os ambientes dos hotéis, como recepção, apartamentos, restaurante, cozinha, lavanderia, áreas de lazer, eventos e sociais e, como não poderia faltar, nos espaços destinados às equipes, que receberam um protocolo à parte de prevenção, instruindo sobre novos hábitos durante a sua jornada de trabalho e também em sua rotina fora dos empreendimentos do grupo.

Passamos um final de semana no hotel e, de acordo com os funcionários, o movimento estava atípico no pós-pandemia por conta de uma palestra realizada na cidade na noite anterior que ajudou na lotação do estabelecimento. 

Suíte Premium do hotel em Alphaville

O quarto escolhido foi a Suíte Premium, a maior do hotel, que é quase um apartamento completo. Além de um banheiro um pouco maior que o comum para os padrões, a suíte conta com uma mini sala, escritório, closet e uma mini cozinha, para quem desejar sair para comprar alguma refeição semi pronta. 

Todos os objetos do quarto estão embalados em plásticos com avisos de que foram desinfetados em combate à pandemia. Também não há o serviço de limpeza constante do quarto, para que os funcionários não precisem acessar o ambiente com frequência aumentando os procedimentos de segurança. 

Os serviços de amenidades do hotel como academia, restaurante, piscina e sauna não foram interrompidos. Mas, por conta da necessidade de distanciamento social para evitar a propagação do vírus, todos os horários de uso devem ser agendados, com uma hora possível de permanência, podendo ficar mais, em caso de que mais ninguém queira utilizá-los. 

Piscina aquecida do hotel

De acordo com Chieko, quem procura o hotel no momento é o público corporativo, mas com oportunidades para famílias e casais, que procuram sair da rotina no final de semana, se hospedando num lugar diferente, sem necessariamente precisar viajar para mais longe, evitando os aviões e prezando pelo deslocamento de carro. 

“A capital paulista lidera o ranking de hóspedes, seguida por Barueri e Santana de Parnaíba. Aqui, encontram completa segurança sanitária, conforto e bem-estar livre das rotinas das residências”, comenta Aoki. 

Outro dado importante, da pesquisa realizada pelo Hoteis.com, é a de que após a experiência de meses de confinamento, 70% dos entrevistados afirmaram que agora passaram a valorizar o hábito de viajar e desejam aumentar a frequência de viagens com a progressão no afrouxamento das restrições.

Outros serviços do hotel

Fomos convidados a almoçar no Noah Gastronomia!, que tem a chef Ana Zambelli como responsável pela criação do cardápio do restaurante presente em cinco unidades da rede Blue Tree Hotels. Provamos um dos menus degustação á disposição do cardápio. Optamos pelo Noah Crock, croquetes de arroz recheados com queijo e tostado de pesto brasileiro de entrada, no prato principal, optamos por Baby Beef Caprese com Gnochi de Batatas e de sobremesa, o tradicionalíssimo Petit Gateau. 

Prato principal do Noah Gastronomia

O restaurante do hotel agora conta com as mesas espaçadas e opera com apenas 40% da ocupação. No café da manhã, servido como cortesia na maioria das reservas, é possível fazer o pedido no quarto, mas, como é padrão, os hóspedes descem até o restaurante. Com o novo formato, os funcionários servem os clientes, o que, além de causar demora, fez se formar uma enorme fila com aglomeração. 

“Por conta da pandemia e do isolamento social, nos reinventamos e fizemos uma aos clientes uma verdadeira vivência gastronômica brasileira preparada por uma das melhores chefs nacionais”, comenta a diretora de operações e vendas do Noah, Cristina Ocdy.

Também dentro do complexo do hotel, funciona o Buddha Spa. Seguindo todas (e possíveis) medidas de segurança, ganhamos uma massagem relaxante no Spa.

O valor está dentro dos padrões para a capital paulista, em média de R$ 260 por sessão. Se o objetivo é ter um final de semana diferenciado e relaxante, o estabelecimento consegue ajudar a atingir o objetivo. 

Para a alta temporada de verão que se aproxima, Chieko conta que o hotel, em Alphaville, está liderando em vendas, na comparação com outras cidades em que há empreendimentos. “Estamos dentro da atual realidade do mercado que está melhorando a cada semana”, finaliza. 

As diárias no Blue Tree Premium Alphaville estão custando a partir de R$ 218 no site do Booking.

*Colaborou: Luiz Martins

Deixe um comentário